O que o CEO da Microsoft, Satya Nadella, pensa sobre o mundo do trabalho no pós-pandemia

Coworking | por Fabíola Girotto - 23 de 07 de 2020
O que o CEO da Microsoft, Satya Nadella, pensa sobre o mundo do trabalho no pós-pandemia

Fonte: https://vidadecoworking.com/

Um dos principais executivos do mundo, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, disse, em uma publicação do jornal The New York Times, que a Microsoft (ao contrário de praticamente todas as demais empresas) sentiu um impacto financeiro mínimo em meio à crise financeira desencadeada pela Covid-19.

A gigante da tecnologia contou com uma alta de 14% em suas ações e tudo indica que ela sairá da pandemia mais forte como nunca. Em uma conversa com os jornalistas do The Times, Natella apontou que o mundo deve passar por três fases no decorrer da pandemia: resposta, recuperação e reinvenção.

Na primeira fase, o executivo destacou a necessidade de simplesmente responder aos impactos imediatos que causaram fechamentos de estabelecimentos, como os escritórios, o corte de custos em muitas frentes e particularidades das empresas e outros problemas afins.

Em seguida, vem a recuperação, que não será concretizada de maneira linear, de acordo com Sadella. Segundo o CEO, existirão muitas “ondas”, com altos e baixos e, consequentemente, algumas fases de adaptação.

Já na fase da reinvenção algumas inovações que serão essenciais nas duas fases anteriores se destacarão. Entre elas, bots de Inteligência Artificial que possibilitam diagnosticar pacientes e permitem um ensino a distância mais eficaz e o controle remoto de alguns processos industriais.

Conexão com as pessoas nos mundos presencial e físico

Nadella apontou que a produtividade dos colaboradores da Microsoft aumentou na pandemia, mas não de maneira exagerada. As reuniões, por exemplo, começam e terminam em horários pré-determinados. No entanto, o executivo diz que sente falta de determinadas conexões que só os encontros físicos permitem.

“O que eu sinto falta em uma reunião física (é o fato de que você) está conversando com a pessoa ao seu lado e pode se conectar a ela pelos dois minutos anteriores e posteriores”, afirmou o executivo, que ainda completou que é difícil replicar esse tipo de situação de forma virtual — e o mesmo acontece com outras habilidades sociais que são vitais para orientar e gerenciar as equipes de funcionários.

Ao que tudo indica, o mundo deve mesmo caminhar para um modelo de trabalho distribuído, em que as equipes poderão colocar o AnyWhere Office em prática. Por meio desse tipo de trabalho, as pessoas poderão escolher trabalhar de onde preferir: de casa, do coworking, do escritório, do café ou do qualquer outro lugar adequado para realizar as tarefas.

Fonte: https://vidadecoworking.com/